Olá novamente!

Aos poucos e poucos vou tentando manter algum equilíbrio aqui no blog.
Decidi que, além de reviews semanais, o que não está a acontecer, irei intercalar as mesmas entre produtos de Portugal e do Brasil.

Esta semana vamos para os do Brasil.

Falo-vos da máscara Alisena, da Muriel.
Se a pensam comprar, desenganem-se, porque a mesma foi retirada do mercado brasileiro no fim do ano passado, perante ordem judicial, levada a cabo pela Unilever, por imitar a tão famosa Maizena.

Esta máscara pertence à fase de Reconstrução sem Queratina do Cronograma capilar e é apta para as técnicas low e no poo. É a prova viva de que, por vezes, o que cheira mal faz bem.

Cumpre na perfeição a sua função. Está carregada de aminoácidos e proteínas e promete os cabelos mais soltinhos e sem frizz.

Infelizmente, cheira mal como o caraças. Nem sei descrever o cheiro. Parece uma mistura de óleo com um material de construção qualquer. Blhergh.

De resto, tudo ok. Tem uma consistência mole, pelo que é fácil de espalhar. O seu tempo de pose é 10 a 20 minutos.
Tem também um ph baixíssimo, 3. Perfeito para selar cutículas!

Felizmente o cabelo não fica com cheiro, fica macio e solto, como promete. É de momento a minha R sem queratina e gosto muito dela.

Até à próxima!

Share: